Associação Muhilialace

Uma comunidade informada com normas sociais dos comportamentos saudáveis e chaves, de esperança, justice social de tolerância onde todas as crianças vivem com dignidade estabilidade e segurança.

Additional Info

  • Tipo de membro: Efectivo
  • ROSC/CECAP: ROSC
  • Ano da sua criação: 2000
  • Data de Criação: segunda-feira, 10 janeiro 2000
  • Endereço Físico da Sede da Organização: Av. Eduardo Mandlane nº 1560, ICS (Delegação Provincial do Instituto de Comunicação Social), Cidade de Nampula.
  • Telefone Fixo: 845556155 - 868125711
  • Fax:: 26213362
  • Email: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
  • Localização dos Membros: Nampula
  • Director, Coordenador?: Director(a) Executivo(a)
  • Pessoa de Contacto:

    Atumane Gonçalves Muachir

  • Está registada legalmente?: Sim
  • Boletim da República (BR):: BR N°­124, III Série 2017
  • Tem Plano Estratégico?: Não
  • Tem Planos Anuais?: Sim
  • Realizam Assembleias?: Sim
  • Quantas Assembleias já realizaram?: 2
  • Quando foi a última Assembleia: 2017
  • É membro de outras Redes, Plataformas, Organizações ou Movimentos?: Sim
  • Quais?: Rede da Criança; REPROCRINA; Plataforma Provincial das OSC de Nampula; NUMCOV; Rede temática de saúde; Rede temática de Educação; Rede temática de Nutrição, Água e Saneamento; Fórum Provincial de Referencia para Protecção da Criança e Combate ao tráfico de Pessoas, particularmente mulheres e crianças;
  • Mesa da Assembleia: Sim
  • Conselho Fiscal: Sim
  • Conselho de Direcção ou outra Designação: Sim
  • Pessoal/Staff

  • Número de Pessoal/Staff: 6
  • Posições: Director Executivo; Gestor de Programas; Assistente administrativa; Recepcionista estafeta; Guarda
  • Parceiros/Doadores: Parceiros: DPS, ICS, e NPCHIVS, Solidariedade Zambézia, Governo, representado pelas Direcções Provinciais, distritais e dos Postos administrativos; Doadores: Unicef e DPS, ICS, e NPCHIVS Outros Parceiros técnicos não do governo e nem doadores: rede da Criança, ROSC e Reprogrina.
  • Orçamento Anual da Organização: 3,145,360.00Mts (Três milhões, Cento e quarenta e cinco mil, Trezentos sessenta e meticais)
  • Software Específico para Finanças: Excel
  • Quando é que ingressou/entrou como membro do ROSC: 2008
  • Quais as razões que o levaram a ser membro do ROSC: Fortalecimento da voz das OSC nos processos de advocacia a diferentes níveis; Aprender dos outros os diferentes instrumentos normativos que regulam a actuação na área de Protecção da criança e evitar a duplicação dos esforços, entre outros interesses;
  • Principais Programas ou Projectos ou Campanhas da organização:
    1. Planificação distrital Baseado em comunicação para o desenvolvimento usados vários canais para a promoção de diálogo com as famílias e comunidade em geral, no sentido de adaptação de práticas mais saudáveis que conduzam a uma melhoria do bem-estar da comunidade;
    2. Comunidades Sem casamentos Prematuros;
    3. Construindo uma Geração Futura da comunidade em geral.
  • Área de actuação/Áreas temáticas: Lobby e Advocacia em Direitos da Criança, Advocacia, Gênero, Criança, Participação da Criança e da rapariga nos Fóruns de tomada de decisão
  • Área Geográfica de Actuação

  • Províncias de Actuação: Nampula
  • Distritos de Actuação: 1. Realização de actividades de sensibilização fazendo a promoção de Saúde, Educação e protecção da Criança, abordando temas sobre Aleitamento materna Exclusivo, Alimentação complementar, Cuidados durante a Gravidez e pós parto, Higiene e Saneamento, prevenção da Malária, prevenção Cólera, prevenção do HIV, prevenção de Casamento prematuros e promoção de Registo de Nascimento. 2. Advocacia sobre o acesso da Criança e da rapariga aos serviços sociais públicos de qualidade; 3. Participação da Criança e da rapariga nos Fóruns de tomada de decisão sobre assuntos a eles relacionados.
  • Grupos alvo com quem trabalham (Instituições do Governo):
    • Serviço Distrital de Saúde, Mulher e Acção Social (SDSMAS),
    • Serviços Distritais de Educação,
    • Serviços Distrital de Planeamento e Infra-estrutura (SDPI),
    • Serviços Distrital de Registo e Notariado,
    • Os APEs e Comités de Saúde e ONGs locais

    A parceria com estas instituições estende - se a partir do nível provincial, Distrital ate ao nível da Localidade Embora não possamos mencionar neste documento pelo número existente.

  • Grupos alvo com quem trabalham (ONG's):

    Rede da Criança, ROSC, Instituto de Comunicação Social

  • Grupos alvo com quem trabalham (OCB's): Solidariedade Zambézia, Associação Nivenyee, COREM, IELM
  • Líderes Comunitários e Religiosos?: I. Em relação aos líderes comunitários e Religiosos já estão mencionadas acima, eles são parceiros da linha de frente que em todo momento e lugar onde a Associação Muhilialace chega coordena com eles e passam a trabalhar juntos para uma apropriação das actividades para uma réplica contínua nas Comunidades locais assim como os Lideres comunitários.
  • Matronas dos Ritos de Iniciação: II. Pouco tempo trabalhamos juntos, mas os Ritos de iniciação Femininas, constituem um marco de mudança de crescimento e social na vida da rapariga. Não podendo ser alienada as raparigas, dai que estamos ainda em processo de trabalhamos com as mentoras dos ritos de iniciação de forma a melhorem os conselhos que dão as iniciadas tendo em conta a Higiene pessoal, colectiva e os direitos sexuais e reprodutivos do adolescente e Jovem.
  • Mestres dos Ritos de Iniciação (com rapazes): III. Igualmente as matronas, cremos que da que a mais um ano estaremos fortemente trabalhando com os Ritos de iniciação Masculino, visto que constituem um marco de mudança e de crescimento, social na vida do rapaz. Não podendo ser alienado, dai que estamos ainda conquistando a parceria para trabalhamos com os conselheiros dos ritos de iniciação masculino de forma a melhorem os conselhos, assim como outras normas tradicionais que prejudicam aos iniciados tendo em conta a Higiene pessoal, colectiva e os direitos sexuais e reprodutivos do adolescente e Jovem.
  • Grupos alvo a quem beneficiam: A. Crianças de 0 – 18 anos de idade de ambos sexos. Com enfoque nas Órfãs e vulneráveis, raparigas em risco de casamentos, uniões forçadas e gravidezes precoces, assim como as que sofrem de outras formas de violência, dentro e fora das suas famílias, comunidades, escolas e outros locais de grande concentração populacional.
Read 218 times Last modified on segunda-feira, 12 outubro 2020 14:04

©2019 ROSC - Fórum da Sociedade Civil para os Direitos da Criança
Todos Direitos Reservados

Desenvolvido por: DotCom, Lda